Tags

, , ,

Um viajante intergaláctico pode esquecer sua reserva de oxigênio, seu almoço de amanhã e até a sua escova de dentes; mas nunca, nunca pode esquecer a sua toalha. Pelo menos é isso que disse Douglas Adams em sua série de livros O Guia do Mochileiro das Galaxias. Na verdade, o autor passou um capítulo inteiro explicando a importância da toalha: ela pode ser usada como agasalho, quando molhada se transforma numa arma de combate, enrolada na cabeça protege o mochileiro de gases tóxicos e, veja só, se estiver seca e limpa pode ser usada para enxugar o corpo. Mas, o mais importante é a segurança psicológica que a toalha dá ao mochileiro: se a carrega consigo, ele também conclui que não está com tudo o que precisa, como escova de dentes, sabonetes, biscoitos, barbante e traje espacial. Para Adams, se o mochileiro é capaz de viajar por todas as Galáxias, superando todos os obstáculos que encontra, e ainda souber onde está sua toalha, ele merece respeito. É por isso que os fãs dos livros decidiram que, todo dia 25 de maio, homenageariam o autor carregando uma toalha consigo o dia inteiro.

O primeiro Dia da Toalha aconteceu há 11 anos, duas semanas depois da morte de Douglas Adams. Naquele dia, não foram só os leitores que lembraram do autor: programas de televisão, jornais e até Universidades estenderam toalhas em suas janelas para participar da homenagem. Uma iniciativa tão original, bem humorada e satírica quanto os próprios livros de Adams. Desde então, o Dia da Toalha é comemorado todos os anos por fãs do mundo inteiro.

Então, se hoje você encontrar (ou já encontrou) alguém na rua carregando uma toalha, saiba não que se trata de um louco. É só um mochileiro das galáxias carregando o mais importante de seus objetos querendo falar: “Valeu, Douglas Adams, e obrigado pelos peixes!”.

Anúncios